Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Magusto 2011

14.11.11

Pela quarta vez, o Grupo de Jovens realizou ontem, dia 13, o tradicional magusto, que começou pelas 14horas. Entre castanhas e vinho, mas também bolos, sumos e, como manda a tradição, os figos, as pessoas tiveram oportunidade de passar uma tarde de convívio. As condições climáticas não foram as melhores, contudo nem as trovoadas nem a chuva que lá ia aparecendo de vez em quando impediram que algum do pessoal cantasse e dançasse ao som de concertinas, não estivessemos nós no Alto Minho. Saliento que entre as novas "cantorias" que ensinavam uns aos outros ao som da concertina, pessoalmente, a parte que mais agradou foi ver alguns dos presentes a tocar castanholas. Enquanto uns acompanhavam as concertinas outros iam tentando apanhar o jeito, sem sucesso, mas valeu pela diversão que é para isso que se fazem os convívios.

Além residentes mirandenses, estiveram presentes amigos e vizinhos de outras freguesias, assim como emigrantes, que também participaram na diversão folclórica.

Tal como nos anos anteriores, o convívio decorreu no espaço cedido pela Junta de Freguesia, na sede da mesma.

Ficam algumas fotos e dois vídeos que melhor consegui.

(Confesso que se já me considerava um desastre em filmagens e fotos, desta vez confirmei que cada vez domino menos a matéria.)

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

... não tive conhecimento de situações a serem publicadas num local como este, isto é, numa página de internet, uma vez que algumas situações são "mais delicadas" para exposição, por isso não pretendo entrar em pormenores (que a mim não dizem respeito já que "quem conta um conto acrescenta um ponto"). Contudo, deixo aqui alguns pontos de situações ocorridas:

  • Pequena derrocada cai na estrada atrás da antiga Casa da Confraria. É possivel que o autocarro escolar tenha tido alguma dificuldade de manobra, uma vez que esta se deu próximo da esquina daquela que em breve (esperemos que seja em breve) será a Casa Mortuária e a terra por lá ficou durante alguns dias, inclusivé um fim-de-semana.
  • Se há uns tempos (Meses) na zona mais alta da freguesia as pessoas se queixavam dos ataques do lobo ou outro animal selvagem aos rebanhos, agora são as manadas de gado que invadem propriedade alheira. Para além dos lindíssimos grupos de cavalos que também são atrevidos no que respeita à invasão a propriedade alheia. No espaço de uma semana tive conhecimento de dois casos, num deles um dos animais vitimou uma pessoa, cujos ferimentos ainda necessitaram de cuidado hospitalar. Estas situações com gado dito selvagem (digo "dito selvagem" uma vez que uma vez registado o animal tem dono e pertence à denominação de animal doméstico) já não são novidade, contudo, pessoalmente não tive conhecimento de anteriores vítimas ou estragos de relevância.
  • Houve mais um anúncio de falecimento, de um nosso conterrâneo a residir na zona de Lisboa (pelas informações que consegui), onde deve ter ficado sepultado. Devido à falta de informação concreta não fiz publicação do falecimento. Creio que, na freguesia, a família, que não é residente, é da zona de Cendufe.
  • A GNR está a fazer circular uma espécie de alerta sobre "os amigos do alheio". Nunca é demais os alertas sobre possíveis situações de burla, principalmente nos meios rurais onde, quer aceitemos ou não, as pessoas passam por mais ingénuas (mesmo que o não sejam) e onde estas são na sua maioria idosas. Contudo, todos devemos estar alerta, principalmente em altura de "crise" em que todo o cuidado é pouco.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Último comentário

  • Anónimo

    VivaEste servico esta muito irregular....mas e a e...


Notícia mais comentada