Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Como divulgado, no Domingo (dia 22) realizou-se a Festa de Natal organizada pelo Grupo de Jovens.

Muitos foram os que se juntaram para ver e aplaudir os talentos da nossa freguesia, entre os quais muitos emigrantes que cá se encontravam para passar o Natal junto dos seus familiares.

A sede da Junta estava decorada como apela a quadra festiva, os aquecedores foram ligados para manter a sala receptiva.

Uns estavam nervosos, outros descontraídos, mas o resultado geral foi muito positivo num ambiente natalício, acolhedor e animado.

O Grupo de Jovens abriu cortinas para agradecer a todos quantos colaboraram, aos participantes e ao público pela sua presença. Agradeceram ainda à Junta de Freguesia pela disponibilidade e liberdade de iniciativa, não esquecendo os que colaboraram, mas não puderam estar presentes. Depois dos agradecimetos feitos a Rusga da Miranda abriu a festa com uma música adaptada ao Natal, seguiram-se canções de Natal, peças de teatro, leitura de poemas, muita animação com a Rusga da Miranda e no final enquanto o Pai Natal distribuía a cada pessoa um postal de Boas Festas foi servido um lanche para todos os presentes. As autoridades da freguesia - Presidente da Junta (Fernando Silva) e Pároco (Padre João Lima) foram também chamados ao palco a fim de deixarem as suas mensagens de Natal.

O Grupo de Jovens esteve mais uma vez de parabéns, os colaboradores e Jovens talentos também não deixaram nada a desejar ao deliciarem-nos com as suas belas actuações.

 

Ficam algumas fotos e vídeos para os que não assistiram ficarem com uma ideia do que se passou e os que estiveram presentes puderem recordar.

 Presidente da Junta de Freguesia a deixar a sua mensagem de Natal

 

 Rusga da Miranda a abrir a Festa de Natal

 

 Crianças da freguesia cantaram músicas de Natal

 

 

 Representantes do Grupo de Jovens cantaram com as crianças a canção

"A Todos Um Bom Natal" 

 

 

Pároco João a deixar a sua mensagem de Natal

 

 

 

A sala esteve sempre cheia, mas nalguns momentos quase esteve intransitável

 

Lanche no fim da festa com a visita do Pai Natal

 

Peça de teatro com os Jovens da freguesia
"O pior Natal não, o Melhor"
Moral da Peça de Teatro apresentada
Peça de comédia com crítica ao SNS representada pelo David Costa e Mariana Araújo
"O Presépio" - teatro
Actuação da Rusga da Miranda

Autoria e outros dados (tags, etc)

Falecimentos

26.12.13

Apesar da época festiva que atravessamos para muitos o mais triste bate à porta.

Faleceu o sr. Joaquim Caldas Leal (irmão do sr. Abílio Leal). O seu funeral realizou-se em Aveiro, onde residia, e onde o corpo ficou sepultado. No dia 23, Segunda-feira, foi realizada uma missa de 7º Dia, na nossa igreja.

 

Faleceu também o sr. Manuel Dantas Leal, vítima de doença prolongada. O falecido era natural do lugar da Vaqueira, mas estava emigrado no Canadá com a família, onde faleceu. O corpo será sepultado no cemitério paroquial da nossa freguesia, após funeral no Canadá. Até ao momento aguardam-se informações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

No passado Sábado, dia 21, por volta das 20h30min ouviu-se uma ambulância no largo da Vaqueira. Alguns habitantes sairam de suas casas para perceber o que se passava e depararam-se com uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez e uma viatura de combate a incêndios. Procuravam pela casa onde decorria um incêndio. A informação de que disponham era muito pouca, apenas o nome da habitante da casa e o nome do lugar. Não vou referir o nome da pessoa, mas vou dar um exemplo para que melhor possam entender - "o incêndio é na casa da D. Manuela da Vaqueira" - muito pouca informação como veem, mas que não seria necessária muita mais se o dito incêndio fosse real. Pois é! Procurou-se saber se não seria noutros lugares, mas ninguém sabia de nada. Entretanto, uma segunda viatura chega ao largo com mais homens prontos a combater as chamas e salvar a suposta habitação. Depois de tentarem mais informação junto da central soube-se que a chamada era anónima!

Tantas vezes criticamos a falta de rapidez quer dos profissionais quer dos voluntários dos corpos de bombeiros e depois faz-se perder tempo com este tipo de brincadeiras juntando dois carros de combate a incêndios e uma ambulância e cerca de 15 bombeiros.

Queremos nós progredir quando muitos ainda parecem regredir... na mentalidade!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Último comentário

  • Anónimo

    VivaEste servico esta muito irregular....mas e a e...


Notícia mais comentada